Assine aqui para receber
nosso Informe institucional

Notícias

MARCOS DA MEDICINA

11/08/2020 - Experimentos marcantes

A medicina diariamente apresenta novas descobertas. Entender, portanto, o que a moldou e a trouxe aos resultados de hoje é fundamental para promover uma análise do que esta ciência tão rica representa. Com esse intuito, a Revista da APM continua a sua série sobre 90 fatos marcantes da história da Medicina, analisando importantes acontecimentos do século XIX.

Nesta edição, são abordados acontecimentos fundamentais na disponibilização de diagnósticos e promoção de curas de doenças, desde a criação de vacinas até o desenvolvimento de técnicas de exames.

1. FUNÇÕES DOS NEURÔNIOS
O médico suíço Rudolph Albert von Kölliker se notabilizou pelos estudos do sistema nervoso. Em 1841, ele fez a primeira descrição dos neurônios, analisando de que maneira as fibras nervosas estavam ligadas a eles.

2. ANESTESIA DE ÉTER
O médico e farmacêutico Crawford Williamson Long é conhecido por ter utilizado o éter como anestésico pela primeira vez na história. O procedimento aconteceu em 1842, nos Estados Unidos, enquanto Long realizava uma cirurgia para retirar o tumor de um paciente. A utilização da fórmula permitiu, a partir daquele momento, operações mais invasivas. 

3. CÂNDIDO BORGES MONTEIRO
O médico carioca foi o responsável por, em 1842, realizar a primeira cirurgia de ligadura de artéria aorta abdominal em território brasileiro. Na época, a operação feita por Borges Monteiro só havia sido realizada três vezes em todo o mundo, sendo um grande passo na história da Cardiologia nacional.

4. PATOLOGIA CELULAR
O polonês Rudolf Virchow foi revolucionário ao validar que as células são uma unidade fundamental dos seres vivos. Fundador da patologia celular, o médico comprovou que tecidos doentes e saudáveis são compostos da mesma teoria celular. Seu livro “Patologia celular segundo as bases da Histologia”, de 1850, é um de seus grandes legados.

5. ESCOLA TROPICALISTA BAIANA
É o nome que se deu ao grupo, formado na década de 1860, dos médicos Otto Wucherer, John Paterson e José Francisco da Silva Lima. Juntos, realizaram uma série de estudos e pesquisas voltados às doenças tropicais existentes no Brasil, evidenciando de que maneira elas afetavam, sobretudo, as populações mais pobres.

6. “ESTUDO CLÍNICO SOBRE AS FEBRES DO RIO DE JANEIRO”
Esse foi o nome da obra publicada, em 1877, por João Vicente Torres Homem. Através do estudo, o médico analisou a multiplicidade das febres, seus sintomas e como elas estavam interligadas ao clima fluminense, responsável pelo agravante número de casos na população da época.

7. VACINA ANTIRRÁBICA
Em 1885, o francês Louis Pasteur desenvolveu a vacina para a raiva, uma das zoonoses mais antigas que a humanidade tem conhecimento. Após uma longa análise de agentes patogênicos, o cientista pôde tratar, através da vacina, um garoto de nove anos que havia sido mordido por um cachorro infectado, impedindo que ele contraísse a doença.

8. CARLOS JUAN FINLAY
O médico cubano identificou, em 1881, que o mosquito Aedes aegypti transmitia a febre amarela. A teoria já havia sido proposta, anteriormente, pelo médico baiano Filogônio Lopes Utinguassu e foi posteriormente confirmada pelo estadunidense Walter Reed em 1900. O Brasil sofreu epidemias da doença durante os séculos XVII e XI, com inúmeras vítimas.

9. INSTITUTO ADOLFO LUTZ
Em 1892, foi fundado o Laboratório Bacteriológico de São Paulo, com o objetivo de analisar a proliferação de doenças no estado, a fim de promover a saúde coletiva. Foi renomeado, em 1940, em homenagem ao seu primeiro diretor, o médico Adolfo Lutz, pioneiro da Epidemiologia no Brasil.

10. RAIO X
Após uma série de experimentos com tubos de raios catódicos, o alemão Wilhelm Rontgen percebeu que, ao ligar o tubo à placa de material fluorescente, ele brilhava. O físico entendeu que aquilo consistia em uma espécie desconhecida de radiação e, após alguns meses, em 1895, realizou o experimento com a mão de sua esposa, fazendo a radiação atravessá-la sobre uma chapa fotográfica. Após a revelação, ele observou o contorno dos ossos, naquela que foi considerada a primeira radiografia da história. Pela descoberta, Rontgen foi premiado com o Nobel de Física.

Eventos Científicos



Valor das Consultas

Saiba qual o valor real de sua consulta com a calculadora criada pela APM