NOTÍCIAS EM DESTAQUE

15/08/2020 - Comunicado APM sobre o desvio de milhões de reais na AMB

Resultado de ação impetrada pela Associação Paulista de Medicina, a Justiça obriga que a Associação Médica Brasileira disponibilize à APM e aos Delegados de São Paulo junto à AMB as informações financeiras relacionadas ao desvio de milhões de reais ocorridos nos últimos cinco anos.

Os Delegados de São Paulo foram impedidos de participar das assembleias nos anos de 2017 e de 2018, só conseguindo participar na de 2019, por decisão judicial. Nesta assembleia, o Tesoureiro da AMB, José Luiz Bonamigo Filho, menciona desvio de milhões de reais do caixa da entidade, atribuindo-o a uma funcionária da entidade. A informações prestadas foram insuficientes e os Delegados de São Paulo (que representam quase 50% dos associados da AMB) não aprovaram a prestação de contas.


Assembleia de 29 de outubro de 2019, em Belo Horizonte (MG)  

A APM solicitou reiteradamente as informações necessárias e a AMB negou-se a atendê-la. Ao assim fazer, a Associação Médica Brasileira ignorou o direito dos seus Delegados, que têm a função de fiscalizar os atos da diretoria e averiguar suas contas.

A APM foi, então, obrigada a recorrer à Justiça para obter as informações solicitadas. A AMB usou de todos os recursos jurídicos para impedir o acesso a estes dados, mas, ontem (14/8/2020), a juíza da 32ª Vara Cível determinou que em 20 dias a AMB forneça as informações sobre as movimentações financeiras dos últimos cinco anos (Processo 1015026-17.2020.8.26.0100).

Esperamos assim analisar detalhadamente os fatos relacionados a este vultuoso desvio de dinheiro do caixa da AMB e pode melhor informar nossos associados.

São Paulo, 15 de agosto de 2020

Diretoria da Associação Paulista de Medicina

---------------------------------------------------------------------------------------------------
Notícia relacionada:
31/10/2019 - Representantes de SP e do PR reprovam prestação de contas da AMB e rejeitam proposta de novo regimento eleitoral