ÚLTIMAS NOTÍCIAS

30/06/2020 - Covid-19: ANS inclui novos exames no Rol de Procedimentos

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou a inclusão de mais seis exames que auxiliam no diagnóstico e tratamento do coronavírus na lista de cobertura obrigatória dos planos de saúde. O objetivo é ampliar as possibilidades de diagnóstico da Covid-19, principalmente para pacientes que se encaixem em casos graves suspeitos ou confirmados.

As incorporações estão diretamente alinhadas às medidas e aos protocolos impostos pelo Ministério da Saúde e contribuem para um acompanhamento mais avançado dos casos que apresentarem complicações, como a presença de tromboses ou infecções bacterianas causadas pelo vírus. Saiba quais são os testes que entram para a cobertura obrigatória aos beneficiários de planos de saúde:

  • Dímero D: O exame é de alta importância para identificação dos casos e acompanhamento de quadros trombóticos, além de apresentar uma ação fundamental na avaliação prognóstica na evolução de pacientes infectados pela Covid-19. O procedimento já era de cobertura obrigatória pelos convênios, no entanto, ainda não havia sido liberado em casos de coronavírus.
  • Procalcitonina: Exame recomendado nas investigações clínico-laboratoriais em casos de pacientes graves com Covid-19. Contribui para distinguir os quadros em situação mais severa e os quadros mais brandos dos pacientes com a doença.
  • Pesquisa rápida para Influenza A e B e PCR em tempo real para os vírus Influenza A e B: Ambos os procedimentos recomendados para o diagnóstico da Influenza. O objetivo é incorporar os testes a fim de minimizar questões relacionadas à disponibilidade, além de otimizar o arsenal de diagnóstico já disponível. A recomendação da pesquisa rápida é voltada para a investigação cínico-laboratorial de pacientes graves. Também é importante haver o diagnóstico diferencial pois a influenza pode ser causa da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).
  • Pesquisa rápida para Vírus Sincicial Respiratório e PCR em tempo real para Vírus Sincicial Respiratório: A indicação dos testes acontece para revelar o diagnóstico da infecção pelo Vírus Sincicial Respiratório (VSR). O intuito da incorporação dos dois procedimentos visa minimizar questões de disponibilidade e aprimorar possibilidades. Os testes para VSR podem ser fundamentais no diagnóstico de casos de Covid-19 em crianças com infecção viral grave respiratória.

Os exames citados fazem parte da segunda inclusão extraordinária de procedimentos ligados ao novo coronavírus no Rol de Procedimentos da ANS. Esses testes são essenciais para auxiliar profissionais de saúde a identificarem as necessidades e especificidades de cada caso, colaborando para salvar vidas de pacientes que dependem de abordagens específicas com rapidez e de forma eficaz.