Assine aqui para receber
nosso Informe institucional

Notícias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

11/04/2018 - FPMed apresenta reivindicações ao presidente da Câmara dos Deputados

Nesta terça-feira, 10 de abril, os participantes da Frente Parlamentar de Medicina (FPMed), incluindo seu presidente, o deputado federal Luiz Henrique Mandetta, foram recebidos pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Na pauta, estiveram temas como a sustentabilidade do Sistema Único de Saúde (SUS), a saúde suplementar e a regulamentação das novas escolas de Medicina.

Conforme explicou o diretor de Defesa Profissional da Associação Paulista de Medicina (APM), Marun David Cury, essa reunião também faz parte da estratégia da Frente Democrática em Defesa do SUS, que conta com a participação de diversas entidades, como a APM, a Fiesp, a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil, associações da Odontologia, da Farmácia e da Enfermagem, entre outras.

“Fomos em um grande grupo, expor as nossas reivindicações ao Rodrigo Maia. O deputado nos solicitou a estruturação de um grupo de estudos para discutir os temas em questão, colocando o assunto adiante. Também falamos da regulamentação dos médicos no mercado de trabalho, tanto os brasileiros, quanto estrangeiros. Existem, hoje, aproximadamente 90 mil médicos nas fronteiras que pretendem atuar no Brasil, muitas vezes com formações deficientes”, explicou.

Este grupo de trabalho, então, foi estabelecido. Em breve, haverá uma reunião para escrever um projeto conjunto. Toda a atuação passará pela Frente Parlamentar de Medicina e pelo Instituto Brasil de Medicina (IBDM) – órgão que dá sustentação legal à frente. O intuito é ampliar consideravelmente a discussão sobre a Saúde dentro do Congresso.

“Logo teremos uma reunião da FPMed, na sede da APM, para analisarmos os pleitos das várias entidades que a formam. Em aproximadamente um mês queremos voltar ao presidente da Câmara com um projeto, levando essa discussão para a frente. Queremos estabelecer esse fórum permanente de discussão para resgatarmos a Saúde brasileira, nos âmbitos público e privado, que está um caos”, afirmou Marun Cury.

Além dele, outros diretores da APM representaram os médicos: João Sobreira de Moura Neto (Defesa Profissional), Regina Volpato Bedone (Eventos), João Carlos Anéas (Administrativo), Geovanne Furtado (8ª Distrital), David Alves Lima (Conselho Fiscal), Roberto Vaz Piesco (APM Botucatu) e Othon Becker (APM São José dos Campos); mais o vereador Gilberto Natalini, e José Humberto Borges, diretor da Sbot.

Notícia relacionada:
05/04/2018 - APM em defesa do SUS

Galeria de Imagem