Assine aqui para receber
nosso Informe institucional

Notícias

ÚLTIMAS

11/06/2018 - Frente Parlamentar: APM participa de reunião do Instituto Brasil de Medicina

Com o objetivo de definir estratégias para o fortalecimento da representação médica em decisões políticas importantes no Congresso Nacional, a última reunião do Instituto Brasil de Medicina (IBDM), em 6 de junho, foi mediado pelos deputados federais Luiz Henrique Mandetta e Alexandre Serfiotis. A Associação Paulista de Medicina, que é uma das entidades fundadoras do IBDM – que dá sustentação legal à Frente Parlamentar da Medicina (FPMed) -, participou do encontro.

“Tivemos alguns pontos debatido, como uma possível aprovação dos planos de saúde ‘populares’ e suas implicações - com a importância de nos reunirmos e termos uma posição clara sobre o assunto - e a necessidade de as entidades estarem presentes na discussão sobre o projeto que transforma em lei o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Universidades Estrangeiras (Revalida) no Senado”, resume o presidente da APM, José Luiz Gomes do Amaral.

“Ou seja, a pauta da reunião no IBDM foi justamente tratar sobre a consolidação da FPMed, que passa por uma série de discussões sobre as iniciativas de interesse da classe médica, que já foram ou estão sendo elaboradas. E das mais variadas vertentes, seja de saúde pública, suplementar, Mais Médicos, Revalida ou abertura indiscriminada de escolas médicas. Além disso, debatemos intensamente a vinda de novos deputados para a nossa Frente Parlamentar”, reforça o diretor de Defesa Profissional da APM, Marun David Cury.

 

O diretor adjunto de Defesa Profissional da APM, João Sobreira de Moura Neto, afirma que desde sua criação, a FPMed tem cumprido a finalidade de atender às reivindicações da classe médica e da Saúde brasileira. “Representantes de vários estados estão se mobilizando e se organizando nesse sentido. São várias entidades médicas engajadas nesta Frente. Estou muito otimista com os resultados.”

 

Sobre o IBDM

O Instituto Brasil de Medicina foi oficializado em 22 de novembro de 2017, após a legalização da FPMed. O órgão tem como função fazer a ponte entre os anseios da classe médica brasileira e o Congresso Nacional. Com isso, o IBDM acompanha toda semana os projetos de lei relacionados à classe médica e à Saúde - que estão sendo tramitados ou votados.

 

“A ideia é nos atentarmos às propostas relevantes, estabelecer contatos com os parlamentares de comissões e comunicar as entidades brasileiras para que tomem conhecimento das discussões e entrem em diálogo com seus deputados e representantes estaduais na Câmara para rejeitar medidas prejudicais à Saúde de forma geral”, explica o coordenador do Instituto, Luiz Carlos Sorbania.

 

Notícias relacionadas:

12/04/2018 - Frente Parlamentar da Medicina: médicos partirão para atuação política

22/02/2018 - FPMed: médicos debatem próximos passos